quarta-feira, 24 de julho de 2013

Descarga de neuroses

Os banheiros coletivos sempre me indignaram. Essa indignação é tão recorrente que resolvi listar aqui as 4 coisas que mais me irritam nos banheiros públicos. Vamos a elas:

1- Alguém sempre já pegou no papel higiênico antes da gente.
Hoje em dia já inventaram os lenços individuais, mas não é sempre que encontramos isso. O jeito é ter o seu próprio papel ou lenços na bolsa.

2- E as descargas... Ai, nem gosto de pensar... quantas mãos apertaram aquele botãozinho antes de mim??? E detalhe: depois de ter usado o papel higiênico (tem que rir pra não chorar, não é?).
Sempre me perguntei porque não inventavam uma descarga para pisar com o pé, até que um dia me deparei com esta minha "invenção" em um posto de estrada - fiquei eufórica por não precisar me desdobrar entre o papel higiênico e o acionador da descarga de forma a não encostar em nada... Agora também estão na moda as descargas com sensor de presença: você fica de pé e ela aciona... E os neuróticos agradecem!

3- Já pensou em quantas mãozinhas sujas encostaram no trinco da porta??? Eu já!!!
Sempre fiz de tudo para não encostar na porta. Abrir e fechar com os pés é fácil, mas trancar, nem sempre. Pior é que neste caso você tem que pegar no trinco sujo antes de usar o banheiro e aí a meleca já está feita...

4- Eu bem sei que tampa do vaso levantada é o horror para a maioria das mulheres, mas em um banheiro público, convenhamos, não faz sentido abaixar a tampa.
Fico morrendo de raiva quando dou de cara com a tampa abaixada. Gente, qual a necessidade de incluir mais uma coisa para se pegar dentro de um banheiro público? Nossa, queria filmar minha cara de frustração quando, super apertada, tenho que ficar dando o meu jeito para levantar a tampa sem tocar nela (quase sempre faço isso com os pés também, para variar). Sou a favor da abolição das tampas de vasos sanitários em banheiros públicos! Acho que vou fazer uma manifestação sobre isso... Será que vou ter apoio?


Bom, nem preciso listar aqui que "sentar no vaso, de jeito nenhum!", afinal, toda mulher aprende isso ainda criança...
Neuroses a parte, não custa nada ter sempre a mão um álcool em gel... É pequeno, barato, e muito útil nestas situações neuróticas.

E você, também tem neuroses banheirísticas?

Um comentário:

  1. Tenho, sim! Destesto tocar nas torneiras sujas, aí uso toalha de papel, especialmente para desligar. Mas quando usam aquela secadora de mãos? (Coisa mais cheia de bactéria não existe!!!!). E na hora de sair do banheiro com porta? Como abrir a porta sem tocar na maçaneta? Claro, tem que usar outra toalha de papel. Mas depois de fechar a porta, o que fazer com a toalha suja????

    ResponderExcluir

Se você está aqui, também faz parte do Meu Mundo, então, não se acanhe. Deixe seu comentário, sugestão, cumprimento, elogio, reclamação...